ATENDIMENTO LOJA VIRTUAL
Segunda a Sexta das 10h às 17h
(19) 2517-6814

O BLOG OFICIAL DA LAMAS BREW SHOP

BREWBLOG

  • Cursos Cervejeiros - Do básico ao avançado

    Há mais de 10 anos a Lamas oferece diversos cursos sobre cerveja. São mais de 1000 alunos formados que formaram muitas cervejarias...
  • Black Friday na Lamas é Black Frete....

    Como no ano passado, não ficaríamos de fora de presentear nossos clientes com uma super promoção de Black Friday. Dos dias 26/11...
  • Extrato de Malte - Uma Pale Ale surpreendente

    O uso de extratos de maltes de malte no Brasil ainda não é comum e com a variedade de maltes (grãos) que temos aqui estamos de mão cheias para fazer excelentes cervejas e não precisar de extratos.

    Porém os extratos de maltes são a porta de entrada mais comum para quem quer começar a fazer cerveja caseira, mas isso lá nos Estados Unidos. Chega a ser tão comum isso lá que cervejeiros caseiros que fazem cervejas com malte em grão, em certos clubes, são colocados em um patamar superior. Soa estranho isso para nós, dada a fartura de malte que temos aqui. Mas é assim.

    E a importância do extrato de malte esta exatamente na popularização do hobby que ele casou lá na terra do Tio Sam. Nos Estados Unidos é tão comum os extratos que é possível achar eles em todos os  lugares, de supermercados a conveniências de posto de gasolina. Ele teve e tem um papel muito legal na iniciação no hobby, como o primeiro passo. Além de serem produtos relativamente baratos, pois a quantidade de industrias locais que fabricam estes maltes é alta, ajudando na diversidade e no preço.

    E engana-se quem acha que cervejas com extratos são fracas, sem corpo e sem graça. Existem diversas cervejas campeãs (em concursos de homebrewer ) no EUA que , para espanto, eram feitas de extrato. E aqui entra a qualidade do extrato e se ele é puro malte.

    A história aqui no Brasil ainda esta longe do cenário descrito acima....mas somos novos ainda nesse meio e as coisas tendem a melhorar. Até hoje não tinhamos nenhuma industria nacional fabricando extrato de maltes para fins cervejeiros ou melhor falando, extratos de malte puro. A produção nacional de extrato de malte é destinada basicamente a industria alimentícia (por exemplo em panificação, cereais, biscoitos, sorvetes, chocolates, achocolatados) e as boas opções que temos de extratos são importados, ou seja, já chegam com o "custo-Brasil" embutidos tornando os extratos bem caros.

    Liquor Store na Pensilvânia com grande variedade de Kits e extratos de maltes Liquor Store na Pensilvânia com grande variedade de Kits e extratos de maltes

    Há uns bons meses os Lamas veem ajudando a desenvolver um extrato nacional 100% puro malte com uma empresa líder no setor de tecnologia de alimentos e secagem de alimentos, a Liotécnica (mais detalhes em www.liotecnica.com.br). Este novo extrato de malte é feito exclusivamente com malte pilsen e é proveniente de um mosto brassado a um temperatura de 64ºC. O processo de obteção de extrato, na teoria, é bem simples: é feita uma brassagem convencional, depois o mosto é concentrado através de aquecimento até virar um xarope. Este xarope, é o extrato de malte xaroposo. Este xarope passa por um processo de desidratação a vácuo, dai se obtém o extrato seco de malte. Este xarope passa por um processo de liofilização, dai se obtém o extrato seco de malte. O processo é tão rigoroso e controlado  que os dois produtos, a xarope e o pó, nos teste de fabricação resultaram em cervejas com mesmas características. Optamos, então,  nesse momento em levar o para nosso projeto apenas o extrato em pó, que apesar de ser mais caro tem uma validade bem mais longa que o extrato xaroposo.

    Abaixo, segue um receita de uma American Pale Ale que fizemos com o extrato de malte em pó, nos teste preliminares:

    Continue lendo

  • Como ligar o controlador de temperatura

    ****atualizado em 30/01/2017 com os modelos da Full Gauge MT-512e

    Depois de iniciar neste maravilhoso hobby de fazer cerveja em casa, vamos implementado e melhorando nossos processos, para ter cervejas melhores e melhores. E sem dúvida o passo mais importante para se obter uma cerveja melhor é o controle (rigoroso) da temperatura de fermentação e maturação. Como vocês já viram em nossos posts aqui e no site da Lamas Brew Shop sempre falamos que é possível sim fazer cerveja sem controle de temperatura. Nós mesmo, lá no nosso ínicio, nunca usamos controle de temperatura e as cervejas (naquele momento) eram as melhores cervejas que já tínhamos tomado. E é essa sensação que importa...

    Só que sua cerveja pode melhorar muito com o controle de temperatura. E controlar a temperatura do processo de fermentaçao e maturação pode ser feita de maneira bem simples com uma geladeira comum. Muitos pensam que tem de desmontar ela, fuçar no termostato, etc etc.... Mas não é necessário mudar nada na sua geladeira (e sua mãe ou esposa não vão precisar te matar por ter destruído a geladeira delas).

    Com um simples controlador de temperatura externo, você pode controlar a temperatura interna da sua geladeira. Existem diversos modelos no mercado, mas os mais conhecidos e usados são o TIC 17 da Full Gauge e o TLZ10 (ou TLZ11) da Coel ou os controladores da Ageon. Qual a diferença deles? Basicamente nenhuma :) . A série TLZ tem mais botões de controle sendo um pouco mais simples de ajustar que o TIC17. Já a linha Ageon tem mais opcionais, como o controle duplo de geladeira e a possibilidade de controle remoto via WEB.  Mas funcionalmente todos são excelentes e muito bons. Acontece que estes controladores servem para controlar uma porrada de processos (não só ligar e delisgar uma geladeira) e por isso os manuais deles são horrivelmente confusos. Hoje os manuais estão menos piores que no passado, mas mesmo assim ainda assusta quem não tem familiaridade com elétrica. Por isso resolvemos fazer este post para você ver como é simples liga-los na sua geladeira.

    Abaixo você verá como configurar os controladores, porém, antes de ligar sua geladeira, ficam algumas dicas: Continue lendo

  • Conhecem nossas lojas físicas?

    Como sabem, somos aficcionados pelo modelo das brew shops que existem nos USA. E por isso trouxemos, há um tempo,  esse modelo para o Brasil. Nosso foco sempre foi loja física, onde podemos encontrar cervejeiros, trocar idéias, trocar garrafas, ver os equipamentos, moer nosso malte, tomar uma cerveja...essas coisas que um cervejeiro caseiro gosta de fazer. Algo muito mais pessoal e romântico do que uma fria loja virtual.

    Nossa loja virtual foi aberta por um único motivo: dar saída as fermentos líquidos da White Labs que importamos. Esse foi o motivo de ter uma loja virtual. O trabalho de se ter algo no mundo virtual é muito maior que no mundo físico, mas era necessário e assim nosso negócio cresceu pelo viés virtual e físico.

    display_lamas_campinasdisplay_lamas_SPdisplay_lamas_BH

    Hoje a Lamas Brew Shop, a Brew Shop dos Lamas, tem além da loja virtual três lojas físicas (em Campinas, São Paulo e Belo Horizonte). Estas 4 unidades de negócio (3 lojas físicas e 1 loja virtual) são totalmente independentes umas das outras e possuem estoque próprio, equipe própria e um Lama próprio :). Para organizar a bagunça toda, temos em Campinas uma Central de Distribuição que atende as nossas 4 lojas, microcervejarias e outras lojas do setor .

    Franquia? Nem pensar, pois perderia a essencia Lama, pois cada loja tem o toque pessoal de um Lama.  A Lamas Brew Shop foi planejada por 3 anos. Fizemos muitas e muitas considerações antes de abrir. E ao contrário do que sai na impressa, as nossas filiais foram pensadas desde do inicio e não foram frutos de crescimento. E mais duas estão nos planos nossos.

    Mas vamos as lojas....

    Continue lendo

Itens 1 para 5 do 7 total

  1. 1
  2. 2

Comentários Recentes

  • Sim Paulo, sem problema algum...

    outubro 18, 2017

  • Boa tarde! Uma colaboração: podemos usar panela de inox sanitizada para realizar o priming e ap...

    outubro 17, 2017

  • oi Luis, bom dia, a Weiss normalmente tem esse ponto chave dos 22°C, se você fermentar a menos qu...

    outubro 10, 2017

Video